Scup

Se você ainda não usa emojis no atendimento da sua marca, esse post com certeza irá fazer você mudar de postura.

 

Para começar, eles estão presentes em praticamente metade das mensagens online! Então por que não utilizá-los ao conversar com o seu cliente? Segundo o Emoji Trend Report da Adobe, 81% das pessoas acreditam que quem usa emojis é mais agradável e acessível.

 

Agora imagine essa característica sendo atribuída aos atendentes da sua empresa. Ótimo, não é? 😎 

 

Entre outros benefícios do uso de emojis no atendimento da sua marca estão:

– Emojis tornam boas notícias ou feedbacks mais sinceros

– Emojis fazem com que notícias ruins ou feedbacks negativos sejam mais fáceis de serem aceitos

– Usar emojis afeta positivamente a simpatia da pessoa que está se comunicando

 

Então que tal começar a usá-los? Separamos algumas dicas para fazer isso da melhor maneira possível, é claro.

Como usar emojis no atendimento da sua marca

Emojis podem ser o diferencial na comunicação da sua marca, mas também podem ser um desastre e gerar situações desagradáveis. Não precisa se desesperar – é bem fácil entender o que fazer e o que definitivamente não fazer nessas horas.

 

Separamos 5 dicas para você colocar em prática e ter sucesso:

Saiba quando usar

Emojis não servem para todas as situações – principalmente quando estamos falando de conversas entre marcas e consumidores. 

 

Para que nada dê errado, é importante entender o contexto de cada situação. Usá-los em situações mais graves pode dar a entender que você está minimizando a situação de uma forma negativa, o que não é bom e pode até mesmo soar ofensivo.

 

Problemas graves geralmente não se dão bem com emojis. Dúvidas e feedbacks positivos, por outro lado, sim. Aquele momento após a resolução de um problema também é propício a um emoji.

 

Na dúvida, utilize emojis no atendimento somente quando a situação for favorável a sua marca, ok?

Não exagere

Emojis são apenas um detalhe extra no seu atendimento e não devem ser o centro da conversa. Por isso, as carinhas e os símbolos não podem ser usadas para substituir frases inteiras – é impossível saber se o consumidor do outro lado irá entender o que você quis dizer.

 

Apesar de emojis darem um tom mais descontraído e divertido à conversa, é importante ter em mente que um atendimento não é um local de deixar a criatividade fluir sem limites. 

 

Tendo esses dois pontos em mente, outra dica é não tentar brincar com os diferentes símbolos se você não tiver 100% de certeza que a mensagem está clara para a pessoa do outro lado da tela. 

Tenha um objetivo

Usar emojis nas redes sociais é um sucesso comprovado: segundo o Emoji Trend Report, 51% dos entrevistados concordam completamente que tendem a comentar em publicações de marcas que usam emojis.

 

Isso não significa, porém, encher as legendas de posts de emojis e torcer para dar certo, né? 😂 Para usar emojis no seu atendimento, é preciso ter um objetivo em mente. Ser simpático ao agradecer por alguma coisa, dar um tom mais leve à conversa, transmitir simpatia ou se despedir, etc.

 

Quando você tem em mente o que deseja, fica mais fácil escolher o emoji correto para a situação.

Não tenha medo

Se você ainda não está familiarizado com emojis, que tal começar com aqueles mais básicos? 😀

 

Tente usar emojis no seu atendimento na hora em que for encerrar a questão e dizer tchau e depois passe para situações um pouco mais complexas.

 

Você vai ver que em pouco tempo pegará o jeito da coisa!

Faça testes

Na internet, as coisas não são uma ciência exata. O que funciona para uma marca pode não funcionar para outra – e isso dependerá inteiramente do seu público. No caso dos emojis, também não uma regra fixa. O que define o sucesso da sua utilização, no fim das contas, é o bom senso.

 

Para todo o resto, é preciso fazer testes para ver como seus consumidores irão reagir. O uso dos emojis mudou bastante ao longo do anos e hoje é aceitável fazer algo que era impensável dois anos atrás. 

 

Por exemplo: repetir várias vezes o mesmo emoji é algo que hoje funciona com as gerações mais jovens. Há dois anos, era tido como inexperiência na comunicação. 

 

Para acertar, portanto, o segredo é conhecer seu público e, claro, fazer testes.

 

 

Temos certeza que seus consumidores vão curtir um atendimento mais descontraído 💙 Se ainda restou alguma dúvida, é só falar com a gente. Estamos aqui para ajudar 👊👊👊

 

Deixe Sua Opinião

(Your email address will not be published. Required fields are marked)