Scup

Não é à toa que conteúdos em vídeo estão bombando nas redes sociais: eles têm 1200% mais chance de conversão que os outros formatos, segundo uma pesquisa da Brightcove. Isso que é sucesso, né?

 

Além disso, os vídeos também têm uma taxa maior de engajamento nas redes sociais, superando o carrossel e as fotos simples no Instagram – uma performance que se repete nas outras plataformas.

 

É por isso que cada vez mais as marcas se arriscam nesse formato. O que acontece, porém, é que nem sempre eles trazem o sucesso esperado. Você não é a única pessoa e esse texto te ajudará a identificar o que você está fazendo de errado.

O que você está fazendo de errado na hora de criar um vídeo

Abaixo você confere os 5 principais erros na hora de criar vídeos, uma lista composta pelo especialista Camilo Coutinho.

Não ter um objetivo claro

Muitas vezes, ficamos encantados com o sucesso prometido pelos vídeos e achamos que qualquer coisa irá render os frutos esperados. A verdade é que, assim como qualquer outro conteúdo, um vídeo precisa ser cuidadosamente pensado antes de ser produzido e publicado.

 

É fundamental, antes mesmos de produzir o vídeo, saber qual é o seu objetivo com ele. Só assim você poderá definir O QUE estará no seu vídeo e DE QUE FORMA tais pontos te ajudarão a conquistar o que você deseja. 

 

Sem meta, sem sucesso. Por isso, questione-se: onde você chegar? Tenha um objetivo em mente e coloque sua voz no conteúdo para atingir essa meta!

Focar somente em inscritos ou seguidores

Existem várias plataformas que aceitam vídeos – e todas elas têm algum tipo de métrica envolvendo a quantidade de usuários que recebem seu conteúdo. Independente se você está no Instagram, no YouTube, no Facebook ou até mesmo no Twitter, o seu foco não pode ser o número de inscritos ou seguidores.

 

A qualidade e a relevância do que você produziu importa mais que o número de inscritos ou seguidores. Lembre-se que, antes de mais nada, é preciso que seu vídeo tenha um objetivo por trás da ideia. 

 

Se a questão da intenção já estiver bem resolvida, foque na quantidade de visualizações. O número de seguidores e inscritos é menos importante do que a quantidade de pessoas vendo seu vídeo, ok?

Medo da inovação

Quem sabe de tudo está no precipício do conteúdo, já dizia Camilo Coutinho. Em outras palavras: não faça a mesma coisa sempre. É importante ir atrás de novos assuntos ou abordagens nos seus vídeos para manter sua audiência engajada com suas publicações.

 

A dica para sair de mesmisse é simples: tente cruzar o que está acontecendo no mundo com o seu conteúdo. O que está acontecendo hoje que tem a ver com o que você vende ou faz? Com certeza existe alguma coisa, afinal, nenhum negócio existe se não for relevante para as pessoas.

 

Se a sua nova ideia der errado, faça novamente. Se der certo, crie um pacote, uma série ou uma sequência de vídeos a partir dela. É necessário testar! 

Não ter consistência

A falta de consistência vai atrapalhar seu conteúdo. Manter uma frequência de postagens é uma dica sempre que aparece porque simplesmente dá certo. Independente da rede social que você estiver trabalhando, a constância é fundamental.

 

Ela é importante porque o algoritmo precisa de um foco. Quando você tem uma frequência de postagem, ele entende que você está produzindo de acordo com a sua audiência e isso ajuda no seu alcance.

 

Para não cair nesse erro na hora de produzir vídeos, tenha consistência em seu conteúdo. Use o conhecimento que você tem sobre determinado tema e o seu produto e crie várias postagens relacionadas.

Não acompanhar métricas

É necessário acompanhar a performance dos seus vídeos para melhorá-los. 

 

Lá em cima falamos que você não pode focar no número de inscritos ou seguidores, mas isso não significa que você não deve acompanhar nenhuma métrica – pelo contrário. 

 

A quantidade de pessoas que assina seu canal, curte sua página ou te segue pode ser uma métrica relevante, dependendo da sua estratégia. Saiba quais números são interessantes para a sua estratégia e crie uma rotina de acompanhamento.

 

Não tenha medo de se aprofundar nos dados. Comece aos poucos e vá aprofundando sua análise conforme você alavanca sua estratégia. Só assim será possível entender o que está dando certo e o que pode ser melhorado.

 

Os vídeos demandam um pouco mais de trabalho que os outros formatos, mas o resultado vale a pena. Esses foram os 5 principais erros na hora de criar conteúdos desse tipo. Para mais dicas como essa, siga a gente no Instagram: @scupbrasil. Nos vemos por lá! 😉

Veja também: 10 apps para editar vídeos no celular

 

Deixe Sua Opinião

(Your email address will not be published. Required fields are marked)