Scup

Antes tarde do que nunca: o YouTube também entrou na moda dos Stories, juntando-se às demais redes sociais. Agora será possível assistir a vídeos curtos que desaparecem algum tempo depois em mais uma plataforma, mas há algumas particularidades que merecem atenção. Ainda em versão beta, elas estão sendo chamadas oficialmente de Histórias. Olha só o que há de diferente:

 

– O recurso está disponível apenas para criadores com mais de 10 mil seguidores. Todos podem ver, mas apenas os YouTubers com essa quantidade mínima de subscribers poderão criar.

 

– Os vídeos criados ficarão disponíveis por sete dias, bem mais do que as costumeiras 24 horas.

 

– Os Stories estão disponíveis somente no mobile, ou seja, só será possível assistir aos vídeos pelo app. O plano é disponibilizar o recurso para desktop e TV no futuro.

 

– Os usuários poderão responder às histórias dos YouTubers, mas, diferentemente da ideia inicial do Snapchat, esses comentários serão feitos publicamente em uma espécie de chat.

 

– Os criadores, porém, só poderão responder com mais fotos e vídeos — nada de texto. Os comentários dos usuários aparecerão como um adesivo.

 

A verdade é que a ideia de adicionar Stories ao YouTube já existia desde o ano passado: chamada Reels, ela era parte da expansão da aba Comunidade. Na época do lançamento, em novembro de 2017, a funcionalidade estava disponível apenas para alguns perfis específicos para teste. Agora, a novidade é que todos os YouTubers com mais de dez mil seguidores poderão experimentar a novidade.

 

 

A ideia é que os perfis compartilhem conteúdos mais casuais do que os vídeos regulares e, com isso, conquistem ainda mais a atenção dos usuários. Não será necessário estar inscrito em um canal para ver os Stories daquele ou daquela YouTuber — as Histórias estarão disponíveis em uma aba específica do app e permitirão que as pessoas deem subscribe sem sair da tela. A expectativa é que isso gere mais engajamento na plataforma.

 

Criado pelo Snapchat, as fotos e vídeos de curta duração que desapareciam depois de um tempo foram popularizados pelo Instagram em 2016. Após o enorme sucesso desse tipo de conteúdo, outras plataformas também passaram a oferecer o recurso — até mesmo o LinkedIn.

 

Ainda que o Instagram seja o grande rei desse tipo de conteúdo, os Stories nas outras redes sociais vêm fazendo um grande sucesso — os números comprovam isso. Portanto, eles são uma forte tendência para 2019 e a sua marca deve apostar nesse tipo de conteúdo na rede social que for mais conveniente para o seu público. Nós podemos te ajudar com isso, é só ficar de olho aqui no blog e seguir a gente nas redes sociais: @ScupBrasil no Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn.

 

>>> Veja também: Qualquer marca pode se destacar no Stories do Instagram

Deixe Sua Opinião

(Your email address will not be published. Required fields are marked)