Scup

Quando o assunto é redes sociais a palavra do momento é privacidade. No começo do ano, Mark Zuckerbeg fez uma publicação em seu perfil com as resoluções para o ano de 2019 e uma delas foi melhorar justamente esta questão no Facebook — que já passou por maus bocados. Depois de todos os escândalos relacionados ao vazamento de dados dos usuários, a plataforma está investindo em novas formas de proteger os dados dos seus usuários.

 

Prefere ouvir ao invés de ler? Aperte o play.

Essa tendência em investir na privacidade dos usuários não se resume ao Facebook, não. Um estudo da Pew Research Club mostra que entre 10 americanos, 6 disseram preferir fazer mais para proteger seus dados nas redes sociais. Com isso, as outras redes sociais sentiram a necessidade de melhorar a privacidade dos usuários.

 

O que isso tem a ver com minha marca?

Além de impactar nos possíveis dados coletados nas redes sociais, algumas práticas podem chamar atenção de um jeito negativo. Como as redes sociais estão cada vez mais de olho nas atividades em suas plataformas, algumas maneiras de gerenciar as redes sociais podem resultar em prejuízo para sua empresa. Por isso fizemos esse post de Boas práticas para manter sua atividade nas redes sociais — um pouco diferente do habitual.

 

Não faça respostas repetidas

Ao gerenciar suas contas nas redes sociais com ferramentas de monitoramento, como o Scup, é possível cadastrar uma mensagem padrão para agilizar o atendimento. No entanto, se for usada em grande quantidade e de maneira inadequada, pode despertar a atenção das plataformas. Isso porque dá a entender que não é um trabalho desempenhado por um gerenciador humano, mas por um robô.

 

Uma dica para conciliar o uso dessas ferramentas e manter sua atividade nas redes sociais é cadastrar mais de uma resposta rápida na plataforma. Dessa forma, você evita deixar explícito que é um contato robotizado e ainda consegue oferecer um contato mais humanizado.

 

Não publique muitas mensagens num curto período de tempo

Se sua marca tem o hábito de publicar, por exemplo, 30 postagens em um intervalo pequeno, há chances de isso ser encarado como uma atividade suspeita na rede social. É praticamente impossível uma pessoa interagir com outras 30 em 3 minutos, então fica claro para a plataforma que é uma ação programada.

 

O que nosso guia de boas práticas pode te aconselhar é: faça um planejamento das suas publicações. Tente deixar um espaço entre uma postagem e outra para que sua atividade não se torne suspeita.

 

Não atualize seus canais de locais diferentes

Sabe aquela frase dois corpos não ocupam o mesmo espaço ao mesmo tempo? Então, é quase isso! Se a rede social da sua marca está publicando de dois lugares diferentes ao mesmo tempo, as chances de sua atividade ser considerada suspeita é alta.

 

Por exemplo: você tem o acesso da conta do Instagram da sua empresa e está em São Paulo, postando ativamente. Mas seu colega de trabalho também tem esse acesso e está publicando da Bahia. Os gerenciadores entendem que as atividades são duvidosas, podendo prejudicar sua empresa.

 

Para isso não acontecer, a melhor solução é ter uma plataforma de gerenciamento de redes sociais como o Scup. Se isso não for possível, concentre as atividades em um único dispositivo.

 

Não poste fora do seu horário padrão

Manter um padrão nos horários das postagens da sua marca é importante por dois motivos. 1) Porque mostra certa regularidade para os usuários e 2) Você mostra os horários de atividade para os reguladores das redes sociais. Caso isso saia do padrão, pode chamar a atenção desses funcionários — o que não é uma coisa positiva.

 

Vamos supor que sua página é atualizada em horário comercial. Se algo for publicado à 1h da manhã, vai parecer estranho. Por isso a dica a seguir também é importante.

 

Não mude a frequência de publicação bruscamente

Se sua marca acostumou os consumidores com as atualizações em momentos certos, não quebre isso alterando os horários de repente. Além de correr o risco de perder a visualização do seu cliente, a rede social pode entender como uma atividade duvidosa.

 

Se quiser alterar os horários de publicação, faça gradualmente. Lembre-se: dialogar com o consumidor e ser transparente — mesmo sobre coisas pequenas como o horário de postagem — é a melhor forma de conquistar seu público.

 

Não aumente o número de seguidores artificialmente

Usar bots para conseguir mais seguidores, infelizmente, é algo comum nas redes sociais. No entanto, não é bem visto pelas plataformas. Recentemente o Instagram bloqueou contas que usavam esse recurso para se promover.

 

Esse tipo de ação mostra que sua marca não está preocupada em conquistar o público mas em inflar os números e parecer popular. Engana-se quem acha que, aumentando o número de seguidores, o resultado também cresce. Para ter uma boa performance nas redes sociais é preciso investir em customer care — afinal, é o que os algoritmos priorizam na hora de organizar o feed de publicações.  

 

Essas são algumas maneiras de manter as boas práticas nas redes sociais da sua marca. No geral, você deve estabelecer um contato humanizado, focado em engajamento para conquistar o cliente e consolidar um bom relacionamento com ele. Evite agir como se um robô tomasse conta dos seus perfis, isso desagrada tanto o público quanto os reguladores das redes sociais.

 

Claro que gerenciar todos os canais de forma manual não é a melhor opção existente hoje. Você pode apostar em ferramentas de monitoramento que são parceiras oficiais das redes sociais, como a Scup. Elas utilizam as APIs oficiais corretamente, evitando eventuais problemas para a sua empresa.  

 

Quer saber como melhorar sua performance nas redes sociais? Te damos cinco dicas para fazer sucesso aqui neste texto.

 

Deixe Sua Opinião

(Your email address will not be published. Required fields are marked)