Scup

Uma das redes mais movimentadas e que pautam as campanhas políticas costuma ser o Twitter e,  por isso, desde o dia 1º estamos com um monitoramento rodando sobre as Eleições 2018 cadastrado no Scup Social. No primeiro mês, já foram coletados 7.727 tuítes e, entre os 20 pré-candidatos buscados, os dois mais mencionados com intenção de voto positiva foram Bolsonaro e Lula.

 

As menções apanhadas não estão relacionadas com a prisão do ex-presidente na última semana, pois os ítens foram coletados e analisados antes do ocorrido.

Como fizemos

Se fôssemos buscar apenas pelo nome dos pré-candidatos, encontraríamos milhões de mensagens que não necessariamente teriam a ver com o nosso objetivo: entender intenção de voto na rede social.  Para isso buscamos pelas expressões mais comuns ao afirmar ou não afirmar o voto em alguém, como “vou votar em”, “meu voto é de”, “não terá meu voto” e outras.

Bolsonaro x Lula

Até o dia 31 de março, o candidato pelo PSL, Jair Messias Bolsonaro, está na frente em intenção de voto. Foram 3.237 tweets mencionando o atual deputado federal, destes, 60,4% são mensagens de pessoas que planejam votar em Bolsonaro e 39,6% de internautas que indicaram não votar nele.

 

Em segundo lugar vem Lula, com intenção de voto equilibrada: 48,50% indicaram que votariam nele contra 51,50% que não votariam. Foram 1.347 menções ao ex-presidente no total.

Outros candidatos

Inesperadamente, o terceiro lugar nas intenções de voto não pertence a nenhum candidato. O voto nulo recebeu 740 menções, o que corresponde a 9,57% do total de tweets coletados pela plataforma Scup Social.

 

Manuela D’Ávila, pré-candidata pelo PCdoB, conseguiu 430 menções, das quais quase 90% refletem intenções positivas. Os demais candidatos que, mesmo com poucas citações, foram lembrados, foram, em ordem de menções: Marina Silva (Rede), João Amoêdo (Partido Novo), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB).

 

E teve até João Dória. Mesmo afirmando que não vai se candidatar à presidência, e sim ao cargo de governador, o ex-prefeito de São Paulo apareceu na lista. Dória foi responsável por um dos maiores índices de rejeição observados no monitoramento: 66% do total de comentários do tucano são de internautas que não planejam  votar no político do PSDB.

 

Vale lembrar que essa pesquisa reflete um cenário exclusivo do Twitter, sendo impossível comparar este tipo de estudo com uma pesquisa de intenção de voto do Ibope ou Datafolha, por exemplo.

 

Divulgaremos estudos mensais de acompanhamento dos pré-candidatos até outubro, quando ocorrerão as eleições. Fique de olho para não perder o próximo report, em maio!

 

>>> Veja também: Qual a importância do monitoramento de redes sociais para as Eleições 2018?

 

Deixe Sua Opinião

(Your email address will not be published. Required fields are marked)